Agronegócio

Tempo de leitura: 2 minutos

O setor de Agronegócio voltou a ser notícia no país, uma vez que o excelente resultado no campo dos últimos meses foi responsável pelo saldo positivo em nossa balança comercial, o que teve impacto no PIB do primeiro trimestre de 2017 que subiu 1% em relação ao 4. trimestre do ano passado. Somente o setor agropecuário teve aumento de 13,4% com safra recorde de grãos.

Produtos agrícolas e de pecuária são a origem do comércio, desde os primórdios da humanidade e origem dos primeiros vendedores, por isso é um mercado de respeito. E nele, onde não poderíamos esperar muita evolução é onde mais ela acontece. O avanço da população mundial exigiu que o homem multiplicase a produção de alimentos, e para alcançar todos em todos os lugares os distribuidores e comerciantes movimentaram cargas, usando todos os meios de transporte existentes, e se mais algum for inventado será usado também.

Muitos profissionais de vendas atuam nessa área, negociando no mercado interno de distribuição de produtos do campo e também no comércio exterior. São bens de consumo não duráveis, que requerem especialização e rápida negociação de venda. É um mercado tocado pela oferta e procura, com preços oscilando conforme maior demanda ou produção. E está vulnerável à situações imprevisíveis como intempéries, quebra de safra, oscilação das Commodities.

Mas é um mercado promissor. Devido à novas técnicas de cultivo e controle de pragas a produção nacional, que hoje ocupa cerca de 30% do território brasileiro, tende a crescer.
Dentre as técnicas que, pouco a pouco, vem sendo difundidas e têm tudo para crescer e se tornar rotina na vida do produtor rural está a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), que possibilita a criação de gado em áreas com árvores. É a bovinocultura caminhando para a sustentabilidade.

É um mercado que não engloba apenas produtos da terra, mas cultura florestal que extrai a celulose, pecuária (Bovina, suína, piscicultura, apicultura e tantos outros), energia renovável como etanol, Laticínios, e toda uma indústria de suporte como de adubos e fertilizantes, defensivos agrícolas, máquinas e equipamentos, frigoríficos e toda a infraestrutura de transporte.

Commodities

soja

O termo commodity é usado especificamente para um bem ou serviço econômico quando a demanda por ele não possui diferenciação qualitativa em um mercado como petróleo, suco de laranja congelado, boi gordo, café, soja e ouro.

Em outras palavras, uma mercadoria boa ou serviço tem fungibilidade total ou parcial, mas substancial, ou seja, o mercado considera que as suas instâncias são equivalentes ou quase, sem ter em conta quem as produziu. Dessa forma seu preço é determinado pelo mercado mundial.

Algumas de suas caracterírsticas:

Produtos de origem primária;
Grande importância mundial;
Pequeno grau de industrialização;
Produção em larga escala;
Comercialização mundial;
Qualidade e características uniformes de produção, sem diferenciação de marca;
Podem ser estocadas sem perda de qualidade.

1 comentário

  1. Roberto LIma

    Ótimo Artigo Mauro, parabéns!
    Penso que a cidade está muito longe do campo, e artigos como este trazem uma realidade que passa despercebida em nossa correria do dia-a-dia, o campo está presente em quase tudo mas não percebemos ou não sabemos.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *